Voltar para página anterior
Página Inicial
Imprimir esta página
 

10/03/2017 | ASCOM | Direção: Mateus Maia | Texto: Andreza Lima | Fotos: Fábio Marçal | Webdesigner: Edson Gouveia

Programa Nacional de Alimentação Escolar estimula agricultura familiar em Montes Claros

Montes Claros - Alimentação Escolar - Caic Maracanã 07 03 17 Foto Fábio Marçal 02  Montes Claros - Escola Municipal  Vidinha Pires Alimentação Escolar 20 02 17 Foto Fábio Marçal 05  Montes Claros - PAA - Planalto Rural - Hugo,José Maria e Gulherme de Souza  Fábio Marçal    - Montes Claros - PAA Programa Aquisição de Alimentos - Planalto Rural  Foto Fábio Marçal 03  Montes Claros - Planalto Rural  Foto Fábio Marçal 02 Montes Claros - Planalto Rural  PAA - Programa Aquisição de Alimentos - José Maria de Souza - Produtor  Foto Fábio Marçal

 

A Prefeitura de Montes Claros, através da Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento e Pecuária, está empenhada em garantir uma alimentação saudável para as escolas da rede municipal e, ao mesmo tempo, fomentar mais emprego para os trabalhadores rurais. Por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), a Prefeitura compra semanalmente mais de 25 toneladas de produtos da agricultura familiar, que são destinados a alimentação dos alunos.

O governo federal exige que pelo menos 30% da alimentação escolar seja da agricultura familiar, atualmente a Prefeitura adquire quase 45%, mas está trabalhando para aumentar esse valor.

Segundo o secretário Osmani Barbosa, os produtos são comprados conforme o cardápio da semana, estabelecido por uma equipe de nutricionistas. “A tendência é aumentar a quantidade de contratos com agricultores e aumentar a demanda dos produtos. Sabemos que é uma mercadoria de qualidade e que atende as duas pontas, segurança alimentar e garantia de renda para os trabalhadores rurais”, ressalta.

De acordo com o diretor do setor de Agricultura Familiar, Célio Flávio Ribeiro, nas segundas-feiras a Prefeitura recebe os produtos dos agricultores, faz a pesagem e embala para encaminhar às escolas, que totalizam 115, entre CEMEIs, creches e escolas da zona rural e urbana. Mais de 500 de agricultores de associações e cooperativas do município vendem para o Programa, e mensalmente é disponibilizado um recurso de quase R$ 1 milhão para o pagamento dos produtos.

“A comercialização é feita apenas com pequenos produtores que possuem a Declaração de Aptidão ao Pronaf (DAP), documento exigido pelo governo federal para os trabalhadores rurais terem acesso as políticas públicas voltadas ao meio rural. O PNAE é uma delas. Semanalmente, o município demanda mais de 18 produtos diferentes da agricultura familiar. Somente os produtos que o município não produz são comprados em supermercado”, afirma.

A nutricionista e coordenadora de segurança alimentar, Geralda Kellen Fonseca, ressalta que os agricultores têm assistência técnica para o preparo e cultivo dos alimentos. A Prefeitura faz a logística do programa, e planeja com bastante antecedência um pré cardápio junto aos beneficiários do PNAE. A ideia é comprar produtos sem agrotóxicos e aproveitar o máximo de produtos que os agricultores lavram. “Esse programa foi um avanço muito grande no município. Ele soma um montante entre educação alimentar e valorização da agricultura familiar”, disse.

“A melhor coisa que aconteceu na agricultura familiar foi o PNAE. Ele estimula a comercialização dos nossos produtos e garante uma estabilidade financeira. O município compra a um preço justo e paga em dia, o que passa credibilidade ao nosso trabalho”, disse o agricultor e beneficiário do programa, José Maria Ferreira.

 

Mais Notícias » »

 

_________________________________________________________________________________________
     Av. Cula Mangabeira, 211 - Centro - CEP: 39.401-002   |   (38)3229-3000   |  Montes Claros - MG-Brasil
     © Copyright 2013 www.montesclaros.mg.gov.br
 
   Design | ASCOM-PMMC - 2017